kaosenlared.net

sehansuscrito163  quedan837 Objetivo 1000 suscriptor@s! 
04 Ene 2015

Brasil: "Cabeça”alopra e pede guerra contra Berzoini Destacado

Escrito por  247
Valora este artículo
(0 votos)
O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), ex-guerrilheiro("companheiro Mateus") e ex-vice de Aécio Neves, soltou uma nota neste sábado que soa como declaração de guerra

 

O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) decidiu cerrar fileiras para defender os privilégios de algumas famílias midiáticas que ainda concentram a informação no Brasil.

Neste sábado, ele divulgou uma nota contra o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, em que, além de chamá-lo de 'aloprado', o acusa de planejar um crime.

Qual seria? Debater a regulação dos meios de comunicação no Brasil – regulação esta que existe, por exemplo, em países como Estados Unidos, onde não se permite a propriedade cruzada, e na Inglaterra, onde o magnata Rupert Murdoch foi forçado a se desculpar pelos crimes do finado News of the World.

Triste papel para um senador que, no passado, ao que consta, combateu a ditadura militar, apoiada pelos grupos de comunicação Globo, Folha e Estado, usando o codinome "companheiro Mateus".

Mais recentemente, Aloysio participou de uma passeata, em São Paulo, em que os manifestantes pediam a volta do regime militar.

Leia, abaixo, a nota publicada por Aloysio Nunes neste sábado:

O líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (SP), alertou neste sábado (03/01) sobre o risco à liberdade de imprensa por parte do novo ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, que propõe a regulação econômica da mídia.

A seguir, a íntegra da declaração de Nunes Ferreira. 

"O traço de união capaz de congregar em uma linha de ação comum facções rivais do campo lulo-petista e também os grupelhos da esquerda anti-democrática é a proposta celerada a cargo do novo ministro das Comunicações, o "aloprado" [Ricardo] Berzoini: o controle da imprensa, conforme ele anunciou ontem no discurso de posse. 

Todos os que se opõem ao governo Dilma têm o dever de se unir no Congresso e nas ruas para o combate sem trégua a essa tentativa criminosa. O que está em jogo é a liberdade de expressão, cerne da vida democrática. Essa é a prioridade das prioridades.

 

Modificado por última vez en Domingo, 04 Enero 2015 13:25

You have no rights to post comments