kaosenlared.net

sehansuscrito163  quedan837 Objetivo 1000 suscriptor@s! 
11 Oct 2014

Brasil - Direitos Humanos: Comentário de Paulo Vannuchi [Áudio] Destacado

Escrito por  RBA
Valora este artículo
(0 votos)
Comentarista e cientista político analisa o movimentos dos candidatos na Eleição2014 e aponta erros graves na campanha tucana ao estimular discurso preconceituoso

 

O cientista político Paulo Vannuchi, em comentário para a Rádio Brasil Atual sobre a disputa eleitoral do segundo turno à Presidência da República, afirma que os dois candidatos, Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB), movem as peças com o máximo de rapidez e que qualquer deslize será aproveitado pelo adversário. Ele ainda aponta dois "erros gravíssimos" da campanha tucana, ambos relacionados ao discurso de ódio contra nordestinos.

O primeiro deles, mais difuso, segundo Vannuchi, é o conjunto de declarações de comunidades de médicos, nas redes sociais, que estimula o discurso de preconceito e ódio contra nordestinos. Um dos mais graves dizia que era preciso esterilizar, como médicos, "esses pobres nordestinos", pois, segundo as declarações postadas na página, são eles, os nordestinos, os principais responsáveis pela vantagem conseguida por Dilma no primeiro turno.

O segundo grande deslize, de acordo com o analista, veio pela voz autorizada de, ninguém menos, o ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso que, ao tentar explicar a diferença de mais de 8,5 milhões conseguidos por Dilma em relação ao candidato do seu partido, optou pelo "desastroso caminho de dizer que o voto do PT é o voto do grotão, o voto dos menos informados", destaca Vannuchi.

O comentarista avalia que FHC, ao referendar tal discurso, repete "aquela desastrada" declaração de Pelé, no tempo da ditadura, em que não havia eleições e havia uma pressão para que houvesse, e Pelé disse "o brasileiro não sabe votar". E propôs uma pergunta ao ex-presidente:

“Fernando Henrique, só se sabe votar quando se vota a favor da sua posição? Ou o povo também sabe votar quando vota contra a sua opinião? A visão é de que o morador dos Jardins, do Leblon, de Ipanema, da Savassi, em Belo Horizonte, de Higienópolis, em São Paulo, onde mora, deve mesmo valer mais?”

Vannuchi ressalta também o cenário de "racha" no PSB, em que figuras importantes do partido, como Luiza Erundina, ex-prefeita da capital paulista, ou o ex-prefeito e ex-governador do Amapá, e Roberto Amaral, presidente do partido, foram votos vencidos na tese da neutralidade, contra aqueles que optaram por apoiar o candidato do PSDB. A ex-prefeita classificou a decisão como ‘incoerente e vexatória’,  em relação ao histórico à esquerda do partido.

 

Áudio:FHC declara que voto da 'gente diferenciada' vale mais que o voto do morador do sertão da Bahia

Medios

Modificado por última vez en Sábado, 11 Octubre 2014 15:56

You have no rights to post comments